Ordem correta dos Tubos para Coleta Sanguínea

TUBOS DE COLETA SANGUÍNEA

Os tubos de coleta são utilizados para coletar e armazenar as amostras de sangue dos pacientes, para posteriormente serem analisadas em laboratório. Cada tubo tem sua ordem e aplicação e é importante que o profissional respeite e seja capacitado para realizar uma coleta sanguínea com êxito.

PADRÃO DE CORES E SEQUÊNCIA DE COLETA DOS TUBOS DE PLÁSTICO

A fase que ocorre mais erros laboratoriais é na fase pré-analitica e é nessa fase que está incluída os tubos de coleta, que corresponde a todos os processos que antecedem a análise das amostras biológicas coletadas, cerca de 70% de todos os erros laboratoriais são imputados a esta importante etapa dos exames em um laboratório.

É muito comum que para um mesmo paciente seja necessária uma coleta múltipla de tubos de sangue venoso por causa dos diferentes tipos de exames solicitados. Os tubos para a coleta sanguínea contem aditivos específicos para cada finalidade. Há aditivos promovem a coagulação mais rápida do sangue, outros que possibilitam que o sangue não coagule (anticoagulação) e aqueles que preservam ou estabilizam determinados analitos ou células. Abaixo veremos as recomendações corretas:

SEQUÊNCIA CORRETA DA ORDEM DOS TUBOS DE COLETA


ADITIVOS

COR

INVERSÕES

APLICAÇÃO

Frasco de hemocultura(sem aditivo)

Azul/vermelho/amarelo/cinza

2 vezes

Microbiologia

Citrato de Sódio

Tampa azul claro

5 a 8 vezes
Tempo de Protombina (TP) e Tempo de Tromboplastina ativada (TTPa).
Citrato de sódioTampa preta 5 a 8 vezesVHS

Ativador de coagulo

Tampa vermelha

5 a 8 vezes

Sorologia

Ativador de coagulo + gel separador

Tampa amarela

5 a 8 vezes

Sorologia, bioquímica, drogas terapêuticas e hormônios.

Tubos com heparina de lítio¹ ou sódio²

Tampa verde claro¹Tampa verde escuro²

8 a 10 vezes

Cariótipo e FISH (Fluorescence In Situ Hybridization).

ETDA¹EDTA e o gel separador²

Tampa rosa/lilás¹Tampa perolada/roxa com anel amarelo

8 a 10 vezes

Hematologia, hemoglobina glicada e VHS.¹Quantificação de agentes infecciosos, sexagem feta, outras análises por PCR.²

            Tubo ACD

Tampa amarela clara 

8 a 10 vezes

Contagem de plaquetas de pacientes EDTA-dependentes e testes de Histocompatibilidade (Crossmatch para fertilidade e transplante de órgãos).
Tubos com fluoreto de sódio/EDTA (para glicemia)
Tampa cinza

8 a 10 vezes

Glicose

Tubo PaxGene (RNA)

Tampa transparente e rolha vermelha

5 a 10 vezes
Análises do Gene BCR-ABL p190 t(9;22)(Cromossomo Philadelphia).

IMPORTÂNCIA DE SEGUIR A ORDEM CORRETA DOS TUBOS DE COLETA

As recomendações de padrões de cores dos tubos são baseadas na (CLSI H3-A6, Procedures for the Collection of Diagnostic Blood Specimens by Venipunctures; ApprovedStandart, 6thed.). Ela deve ser respeitada, uma vez que a alteração da sequência pode ocasionar a contaminação nos tubos subsequentes pelos aditivos dos tubos anteriores durante a coleta sanguínea e gerar resultados incorretos dos exames. Exemplo: coletar um tubo contendo aditivo de heparina (anticoagulante natural) antes do aditivo citrato de sódio (utilizado para coagulação) pode levar a heparina para dentro do tubo de citrato de sódio. Isso poderá interferir nos resultados dos fatores de coagulação.

Eventualmente algumas empresas podem preconizar uma sequência de coleta de tubos diferente daquele padronizado pelo CLSI. Deve verificar as especificações dos produtos antes de sua utilização. Sempre se recomenda uma consulta ao fornecedor para obter informação precisas acerca do procedimento de coleta de tubos. Até o momento, não existe um acordo internacional de codificação por cores, mas a maioria dos fabricantes segue uma padronização de cores de tampas, ajudando a evitar a possibilidade de erros pré-analíticos na coleta laboratorial.