Teste do Pezinho

PARA QUE SERVE O TESTE DO PEZINHO?

O Teste do Pezinho é obrigatório por lei e ajuda a diagnosticar distúrbios no metabolismo em recém-nascidos, como doenças metabólicas, genéticas e infecciosas, que futuramente podem causar deficiência intelectual ou causar prejuízos à qualidade de vida do bebê. Muitas dessas doenças não apresentam sintomas nos primeiros dias de vida.

COMO É FEITO O TESTE DO PEZINHO?

O teste do pezinho é feito de uma maneira simples e rápida, sendo necessário coletar algumas gotinhas de san­gue do calcanhar do bebê, que serão colocadas em uma papel papel filtro especial para serem analisadas.

QUANDO O BEBÊ DEVE FAZER O TESTE DO PEZINHO?

Para que a prevenção dessas doenças seja possível, é preciso fazer o exame entre o terceiro e o quinto dia do nascimento do bebê. Caso o teste seja feito depois desse prazo, pode impedir que as doenças sejam detectadas e consequentemente atrasar as intervenções e tratamentos específicos. O teste não deve ser feito também antes das 48 horas de vida do bebê, pois umas das doenças que o teste detecta, a fenilcetonúria, é necessário que o recém-nascido tenha sido alimentado (leite), por, no mínimo, 24 horas antes da coleta.

ATÉ QUANTOS DIAS O BEBÊ PODE FAZER O TESTE DO PEZINHO?

Se, por algum motivo especial, o exame não puder ser realizado no período correto, o teste deve ser feito em até 30 dias após o nascimento, pois é o prazo máximo para descobrir estas doenças a tempo de tratá-las e impedir o aparecimento dessas complicações.

ONDE SE FAZ O TESTE DO PEZINHO?

O teste do pezinho é oferecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e pode ser feito em qualquer unidade de saúde. Até o momento, o teste do pezinho feito na rede pública é o básico e ajuda a diagnosticar seis doenças, porém já foi aprovada a nova lei que o teste passará a ser ampliado e ajudará a detectar até 50 doenças para todo o Brasil. Cabe ao Ministério da Saúde estabelecer os prazos para implementar essa nova lei.

O teste do pezinho também pode ser feito em laboratórios particulares e é pago. Nesse caso, é oferecido tanto o básico quanto o avançado.

QUAL O PREÇO DO TESTE DO PEZINHO EM LABORATÓRIOS PARTICULARES?

Os valores variam muito, pois vai depender do laboratório em que será feito o teste, porém custam em média a partir de R$ 250,00 reais.

E SE O TESTE DO PEZINHO DER POSITIVO (ALTERADO)?

O teste pode dar positivo para uma determinada doença, mas isso não significa que a criança irá desenvolvê-la. Quando o resultado vem positivo, o médico irá solicitar outros exames específicos para confirmar ou excluir a doença.

O TESTE DO PEZINHO PODE DAR ERRADO?

Sim, podem surgir casos de falso-positivos, mas caso haja um resultado positivo, o bebe será encaminhado para fazer outros exames para confirmar esse resultado.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE O TESTE DO PEZINHO BÁSICO E AMPLIADO?

O básico ajuda a diagnosticar seis tipos de doenças, o teste do pezinho ampliado (expandido), como o nome já diz, ajuda a diagnosticar mais de 50 doenças dependendo do laboratório em que se faz o teste. A maneira como é feito o teste é a mesma, é necessário apenas uma picadinha no calcanhar do bebe para se ter a amostra de sangue.

Converse com o pediatra do seu bebê ou com o pediatra da própria maternidade para decidir qual dos testes deve ser realizado. Ele provavelmente vai levar em conta o histórico familiar da criança, sua gestação e a maior ou menor incidência de certas doenças na região em que você vive.

QUAIS AS DOENÇAS QUE O TESTE DO PEZINHO BÁSICO AJUDA A DIAGNOSTICAR?

É importante destacar que o teste não faz o diagnóstico, trata-se de uma triagem para que o diagnóstico seja feito. As doenças são:

  • Fenilcetonúria;
  • Hipotireoidismo congênito;
  • Síndromes falciformes;
  • Deficiência de biotinidase;
  • Fibrose cística;
  • Hiperplasia adrenal congênita (HAC).

QUAIS AS DOENÇAS QUE O TESTE DO PEZINHO AMPLIADO (EXPANDIDO) AJUDA A DIAGNOSTICAR?

A quantidade de doenças que o teste do pezinho ajuda a diagnosticar, vai depender do laboratório em que se faça o teste. Algumas delas são:

  • Fenilcetonúria;
  • Hipotireoidismo congênito;
  • Síndromes falciformes;
  • Deficiência de biotinidase;
  • Fibrose cística;
  • Hiperplasia adrenal congênita (HAC);
  • Deficiência de TBG (globulina ligadora da tiroxina T4);
  • SCID, AGAMA e outras imunodeficiências congênitas;
  • Toxoplasmose congênita;
  • Sífilis congênita;
  • Doença de chagas;
  • Citomegalovirose;
  • Rubéola congênita, entre outras.

EM QUANTO TEMPO O RESULTADO DO TESTE DO PEZINHO FICA PRONTO?

Tanto como o teste do pezinho básico como o ampliado, os resultados demoram para ficar pronto até 15 dias ou mais, mas isso vai depender do local que será feito o teste.