Exame de Calprotectina Fecal

PARA QUE SERVE O EXAME DE CALPROTECTINA FECAL (CALF)?

A Calprotectina fecal é uma proteína liberada no intestino quando o mesmo sofre alguma inflamação. O exame de CF serve para dosar essa proteína nas fezes, com o objetivo de diferenciar e diagnosticar doenças inflamatórias intestinais (DII), como a Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa. Além disso, essa dosagem serve como um bom método para diferenciar essas doenças inflamatórias intestinais com a Síndrome do intestino irritável (SII), pois a síndrome do intestino irritável muitas vezes é confundida com as doenças inflamatórias intestinais e vice-versa. Portanto, a dosagem de CF pode ser extremamente útil no diagnóstico, acompanhamento das doenças, na monitorização da resposta ao tratamento e na determinação do risco dessas doenças voltarem.

QUAL O PREÇO E O PRAZO PARA A ENTREGA DOS RESULTADOS DO  EXAME DE CALPROTECTINA FECAL (CALF)?

Os valores podem variar de um laboratório para o outro e a localidade, mas custam em média a partir de R$ 120,00 reais. O prazo para a entrega dos resultados também varia, mas normalmente são entregues em até 15 dias.

COMO É FEITO O EXAME DE CALPROTECTINA FECAL (CALF)?

O exame será feito através da coleta de fezes do indivíduo, que serão analisadas em seguida para se ter os resultados.

COMO COLHER AS FEZES PARA FAZER O EXAME DE  CALPROTECTINA FECAL (CALF)?

  • É recomendado colher preferencialmente a primeira evacuação do dia;
  • As fezes devem colhidas em um frasco limpo (estéril), normalmente fornecido pelo laboratório;
  • Deve então defecar dentro de uma vasilha limpa e seca, se necessário, urinar no vaso sanitário para evitar a contaminação do material, não pode defecar dentro do vaso. Retirar pedaços de fezes em diferentes partes (início, meio e fim) e colocar dentro do frasco, de modo que complete meio frasco. Sempre que houver muco, pus ou sangue, colher esta porção para que seja analisada, informando a presença dessas substâncias ao entregar o material. Caso seja visualizado algum parasita, coletá-lo informando que o achou ao atendente, no momento da entrega do material no laboratório;
  • Para criança que usa fralda ou que apresenta quadro diarreico, as fezes precisam ser colhidas em saquinho coletor de urina, para evitar a absorção do material pela fralda, podendo ser mantidas e entregues nesse mesmo saquinho;
  • As fezes podem ser entregues em até 72 horas, após coleta, se estiver refrigerado.

QUAIS AS RECOMENDAÇÕES PARA FAZER O EXAME DE CALPROTECTINA FECAL (CALF)?

  • Usar laxantes somente quando houver orientação médica. Evitar o uso de antiácidos e de contraste oral (utilizado em exames radiológicos) no mínimo 72 horas antes da coleta das fezes ou conforme orientação médica;
  • Caso pessoa tenha realizado colonoscopia, a coleta de fezes deve ser realizada pelo menos 72 horas depois do procedimento;
  • Mulheres não devem fazer a coleta durante a menstruação. Se isso não for possível, é preciso colocar tampão vaginal antes de evacuar;
  • O exame deve ser realizado antes de qualquer procedimento que envolva o uso de contrastes radiológicos;
  • Após o uso de contrastes radiológicos via oral deve-se aguardar no mínimo 2 dias para fazer o exame.

É PRECISO ESTAR EM JEJUM PARA FAZER O EXAME DE CALPROTECTINA FECAL (CALF)?

Não é necessário estar em jejum para fazer o exame de calprotectina fecal.

QUAIS OS POSSÍVEIS RESULTADOS DO CALPROTECTINA FECAL (CALF)?

Os valores apresentados abaixo são apenas um guia, pois podem variar de um laboratório para o outro.

Negativo: Inferior a 50 mcg/g

Positivo baixo: 50 a 200 mcg/g

Positivo: Superior a  200 mcg/g

As elevadas concentrações de Calprotectina fecal nas fezes são observadas em doenças inflamatórias intestinais (DII). Níveis elevados também podem ser observados em doenças infecciosas e neoplásicas do intestino. Entretanto, em doenças funcionais do intestino como a síndrome do intestino irritável (SII), os níveis de CF são normais. Portanto, a CF é um exame útil para diferenciar pacientes de DII de pacientes SII, pois pacientes com alta concentração de CF nas fezes é indicativo de doenças inflamatórias intestinais (DII) e pacientes com síndrome do intestino irritável (SII) apresentam concentrações normais dessa proteína. Pacientes que possuem resultados acima de 200 mcg/g de CF nas fezes indicam DII em atividade, com a necessidade de testes adicionais como a colonoscopia.