Exame T3 livre (Triiodotironina)

PARA QUE SERVE O EXAME T3 LIVRE (TRIIODOTIRONINA)?

O T3 é um hormônio muito importante para o metabolismo do corpo, ele é produzido pela glândula tireoide que fica localizada no pescoço (gogó). O exame de T3 livre serve para avaliar a quantidade desse hormônio no sangue, pois alterações em sua quantidade são um indicativo de que a glândula tireoide não está funcionando corretamente e como consequência podem gerar doenças como o hipotireoidismo e hipertireoidismo, por exemplo.

QUAL O PREÇO E O PRAZO PARA A ENTREGA DOS RESULTADOS DO EXAME T3 LIVRE (TRIIODOTIRONINA)?

Os valores podem variar de um laboratório para o outro e a localidade, mas custam em média a partir de R$ 12,00 reais, o prazo para a entrega também varia, mas costumam ser entregues a partir de 2 dias úteis. 

COMO É FEITO O EXAME T3 LIVRE (TRIIODOTIRONINA)?

O exame é feito através de uma amostra de sangue, que é obtida de uma maneira simples e rápida, sendo necessário realizar uma coleta de sangue de uma veia do braço do paciente.

É PRECISO ESTAR EM JEJUM PARA FAZER O EXAME T3 LIVRE (TRIIODOTIRONINA)?

Não é preciso estar em jejum para fazer esse exame.

É PRECISO ALGUM PREPARO ANTERIOR PARA FAZER O EXAME T3 LIVRE?

  • É necessário informar os medicamentos que foram usados nos últimos 30 dias;
  • Caso você faça o uso de Biotina (vitamina B7), o mesmo deve ser suspenso 3 dias antes do exame;
  • Se você faz uso de hormônio tireoidiano, é preciso que faça o exame antes de tomar o remédio ou 4 horas após ter tomado.
  • Todas as recomendações acima devem ser seguidas, pois caso não, os resultados do exame podem ser interferidos por elas.

QUANDO É FEITO O EXAME T3 LIVRE (TRIIODOTIRONINA)?

O exame de T3 livre não é feito isoladamente, ele é feito junto com o T3 total e com os exames T4 e TSH e T3, quando esses apresentam resultados alterados. O médico pode solicitar o exame de T3 livre quando a pessoa apresenta sinais e sintomas sugestivos de que esse hormônio não esteja sendo produzido da forma adequada pela glândula tireoide, com o intuito de avaliar a sua função. Os sintomas incluem batimentos acelerados, ansiedade, insônia, mãos trêmulas, fraqueza, emagrecimento, alguns problemas na visão, entre outros. Normalmente resultados alterados indicam hipotireoidismo ou hipertireoidismo e esse exame é feito para diagnosticar essas doenças e outros problemas na tireoide, podendo ser feito também para monitorar o tratamento para esses problemas e saber se ele está sendo eficaz. A dosagem de T3 livre em algumas condições, reflete melhor o funcionamento da tireóide do que a dosagem de T3 total.

QUANDO ENTENDER OS RESULTADOS DO EXAME T3 LIVRE (TRIIODOTIRONINA)?

Os resultados do exame mostraram se os níveis de T3 livre estão sendo produzidos corretamente pela glândula tireóide. Os resultados são comparados com os resultados do exame T3 total, T4 e TSH. Os resultados apresentados abaixo são apenas um guia pois podem variar de um laboratório para o outro. Vale destacar que todo resultado deve ser interpretado por um médico para que o diagnóstico seja feito corretamente.

Os valores normais de T3 livre no sangue devem estar entre 0,24 a 37 ng/dL. Valores aumentados de T3 livre podem significar hipertireoidismo, sendo indicativo de doença de Graves, principalmente, e valores baixos de T3 livre podem indicar hipotireoidismo e tireoidite de Hashimoto, por exemplo.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE T3 LIVRE E TOTAL?

A diferença entre o T3 livre e total, é que a livre como o nome já diz, circula no sangue sem estar ligada a nenhum proteína e com isso não há interferência por elas, estando pronto para ser utilizado para a sua função no corpo, ou seja, ela é ativa e a total corresponde à quantidade total de hormônio produzido, tanto a quantidade que está conjugada a proteínas quanto a que está livre circulante no sangue. A T3 total é útil, porém pode ser afetada pela ligação com essas proteínas e em alguns casos não reflete muito bem o funcionamento da tireoide.

O EXAME T3 LIVRE (TRIIODOTIRONINA) TEM OUTRO NOME?

Sim, também podem ser chamados de FT3, Triiodotironina livre, T3T, T3 livre tireoide, entre outros.