Teste sorológico IgG e IgM para toxoplasmose

PARA QUE SERVE O TESTE SOROLÓGICO IGG E IGM PARA TOXOPLASMOSE?

O teste sorológico IgG e IgM para toxoplasmose serve para detectar a presença dos anticorpos IgG e IgM no sangue, que são produzidos contra o parasita causador da toxoplasmose, o Toxoplasma Gondii. O nosso corpo só cria esses anticorpos quando entramos em contato com algum agente infeccioso. Portanto, ter anticorpos contra a Toxoplasmose significa ter sido contaminado pelo parasita em algum momento da vida.

QUAL O PREÇO E O PRAZO PARA A ENTREGA DOS RESULTADOS DO TESTE SOROLÓGICO IGG E IGM PARA TOXOPLASMOSE?

Os valores podem variar de um laboratório para o outro, mas custam em média a partir de R$ 25,00 reais. O prazo para a entrega também varia, mas normalmente são entregues em até 2 dias úteis.

COMO É FEITO O TESTE SOROLÓGICO IGG E IGM PARA TOXOPLASMOSE?

É feito através de uma simples coleta de sangue, em uma veia do braço do paciente. Em seguida a amostra de sangue será enviada para análise. 

É PRECISO ESTAR EM JEJUM PARA FAZER O TESTE SOROLÓGICO IGG E IGM PARA TOXOPLASMOSE?

Não é preciso fazer jejum para o teste sorológico IgG e IgM para toxoplasmose, porém alguns laboratórios podem solicitar que seja feito, sendo assim, é importante buscar essa informação com o médico ou o laboratório que será feito o exame.

É PRECISO ALGUM PREPARO PARA FAZER O TESTE SOROLÓGICO IGG E IGM PARA TOXOPLASMOSE?

Não é necessário nenhum preparo para fazer o teste sorológico IgG e IgM para toxoplasmose.

QUANDO É FEITO O TESTE SOROLÓGICO IGG E IGM PARA TOXOPLASMOSE?

O médico solicita o exame sorológico para toxoplasmose no seguintes casos:

  • Em pessoas que possuem o sistema imunológico enfraquecido e apresentam sintomas iguais ao da gripe ou sintomas mais característicos como, febre, dor de cabeça, garganta e dor no corpo, presença de ínguas, principalmente no pescoço;
  • No acompanhamento pré-natal de toda gestante, para determinar se ela foi  exposta ao Toxoplasma gondii, pois esse parasita pode infectar o bebê durante a gestação e causar problemas a esse bebê;
  • Quando uma pessoa tem uma infecção ocular ou cerebral grave em que médico suspeita ser devido à toxoplasmose;
  • Uma pessoa saudável que apresenta sinais ou sintomas de toxoplasmose.

COMO A TOXOPLASMOSE É TRANSMITIDA?

A toxoplasmose é transmitida quando se come carne mal passada ou crua (especialmente de porco e de cordeiro), beber água contaminada e alimentos mal lavados que estejam com o parasita e pelo contato de fezes de gato.

QUANDO OS ANTICORPOS CONTRA A TOXOPLASMOSE SÃO DETECTADOS NO SANGUE PELO TESTE SOROLÓGICO IGG E IGM PARA TOXOPLASMOSE?

Os anticorpos IgG aparecem 1 a 2 semanas após a infecção e persistem por toda a vida. 

Os anticorpos da classe IgM geralmente aparecem em torno de 5 dias após o contato com o parasito, diminuindo em poucas semanas ou meses, podendo persistir por até 18 meses. 

COMO ENTENDER OS RESULTADOS DO TESTE SOROLÓGICO IGG E IGM PARA TOXOPLASMOSE?

Os resultados são expressos em reagente (positivo) e não reagente (negativo):

  • IgG e IgM negativos: significa que nunca houve contato com parasito da toxoplasmose.
  • IgM positivo e IgG negativo: significa que a pessoa foi contaminada recentemente com o parasito e ainda não teve tempo de produzir os anticorpos IgG, sendo necessário repetir o teste em sete dias para confirmar uma infecção aguda por toxoplasmose.
  • IgG positivo e IgM negativo: significa que é uma infecção antiga e que ela está curada.
  • IgG positivo e IgM positivo: Esse resultado não permite um diagnóstico preciso, mas existe a  possibilidade de se tratar de toxoplasmose aguda (ativa), deve ser feito o teste de avidez de IgG para auxiliar no diagnóstico. O diagnóstico de doenças infecciosas não deve basear-se no resultado de um único teste mas deve ser analisado com outros meios de diagnóstico e dados clínicos.

POR QUE UM RESULTADO IGG E IGM POSITIVO NÃO SIGNIFICA UMA INFECÇÃO AGUDA (ATIVA) POR TOXOPLASMOSE?

Isso ocorre porque os anticorpos IgM, que antes eram encontrados por um período não maior que seis meses, diagnosticando uma infecção aguda, hoje são detectados muitas vezes por mais de 8 a 12 meses após o começo da infecção, deixando de ser marcadores de toxoplasmose aguda. Na tentativa de auxiliar o médico no diagnóstico de infecção aguda, é feito o teste de avidez de IgG. Quando são encontrados os anticorpos IgG com alta avidez (maior que 60%), a infecção já ocorreu a mais de 4 meses. Na fase aguda, definida como um período de 1 a 3 meses após o início da infecção, são detectados geralmente anticorpos de baixa avidez, (menor que 30%), mas em alguns casos, a avidez pode permanecer baixa por vários meses, o que impede uma interpretação segura.