Exame de Homocisteína

PARA QUE SERVE O EXAME DE HOMOCISTEÍNA?

A homocisteína é um aminoácido que se encontra em pequenas quantidades no organismo. O exame de homocisteína serve para medir a quantidade desse aminoácido no sangue, pois seu aumento pode estar relacionado a diversos problemas de saúde, como falta de vitamina que podem gerar anemias, risco de infarto, AVC, doenças genéticas raras como a homocistinúria, entre outras.

QUAL O PREÇO E O PRAZO PARA A ENTREGA DOS RESULTADOS DO EXAME DE HOMOCISTEÍNA?

Os valores podem variar de um laboratório para o outro, mas custam em média a partir de 

R$ 45,00 reais. O prazo para a entrega também varia, mas normalmente são entregues a partir de 2 dias úteis.

COMO É FEITO O EXAME DE HOMOCISTEÍNA?

O exame é feito através de uma amostra de sangue, sendo necessário realizar uma simples coleta de sangue de uma veia do braço do paciente. Algumas vezes, o exame pode ser feito com amostra de urina, pois quando a homocisteína está no organismo em grandes quantidades, ela pode ser liberada na urina.

É PRECISO ESTAR EM JEJUM PARA FAZER O EXAME DE HOMOCISTEÍNA?

Não é necessário estar em jejum para fazer o exame de homocisteína, porém alguns laboratórios podem solicitar, senso assim, é importante buscar essa informação no laboratório em que será feito o exame.

O EXAME DE HOMOCISTEÍNA PRECISA DE PREPARO?

O exame de homocisteína não necessita de preparo.

QUANDO É FEITO O EXAME DE HOMOCISTEÍNA?

O exame de homocisteína podem ser solicitado pelo médico na seguintes situações:

  • Quando ele suspeitar que a pessoa possui deficiência de vitamina B12 ou de ácido fólico;
  • Para avaliar o risco de riscos de doenças no coração, como infarto, AVC e iniciar o tratamento para prevenir essas doenças, caso a homocisteína esteja elevada, pois seus níveis elevados podem causar alterações nos vasos sanguíneos. O teste também pode ser pedido após infarto do miocárdio ou AVC, para direcionar o tratamento;
  • Quando o médico suspeitar que a mãe ou o bebê apresente sinais de homocistinúria. A homocistinúria é uma doença genética hereditária, ou seja, é passada dos pais para os filhos (que podem ser portadores da alteração genética, mas sem ter a doença). Ela é causada pela falta da enzima cistationina beta-sintase, que é necessária para metabolizar a homocisteína, com isso a homocisteína se acumula no sangue, causando problemas à saúde.

QUAL A QUANTIDADE NORMAL DE HOMOCISTEÍNA NO SANGUE?

Os valores normais de referência podem variar entre laboratórios, no entanto, normalmente a quantidade de homocisteína no sangue é considerada normal quando se encontra entre 5 e 15 µmol/L, sendo que a homocisteína geralmente só é preocupante quando está acima do valor de referência.

.

Quando o médico suspeitar de deficiência de B12 ou de ácido fólico ou quando um bebê apresentar sinais ou sintomas que sugiram homocistinúria.

um lactente ou jovem possa ser portador de homocistinúria; quando um paciente sofreu infarto do miocárdio ou AVC e não apresenta os fatores de risco tradicionais, como parte da avaliação do risco cardíaco.