HLA-B27

EXAME HLA B27 – Detecção por PCR

A HLA-B27 (Antígeno leucocitário humano) é uma proteína que está envolvida no processo da inflamação e defesa do organismo humano. Essa proteína, é encontrada no nosso sangue e está associada com algumas desordens autoimunes. A identificação do perfil HLA B27 serve como marcador diagnóstico de algumas doenças como, por exemplo, a Espondilite Anquilosante (EA), doença que acomete mais de 90% dos indivíduos de raça branca.

O antígeno leucocitário humano está presente em aproximadamente 10% dos indivíduos normais, não sendo o causador da doença. Esse exame serve para ser utilizado como diagnóstico naqueles pacientes com achados clínicos e radiológicos sugestivos da doença. Sendo assim, o exame pode ajudar a diagnosticar a espondilite anquilosante, já que a doença é autoimune, e seu risco aumenta quando o resultado do HLA-B27 é positivo neste exame. Vale ressaltar que somente o exame de HLA-B17 isolado não diagnostica a espondilite anquilosante. o objetivo dele é, juntamente com outros exames e a avaliação clínica feita por reumatologista, ajudar a confirmar ou descartar o diagnóstico de espondilite anquilosante. Por fim, vale reforçar que existem casos em que o paciente tem o diagnóstico da espondilite anquilosante, mas não apresenta o HLA-B27 no sangue. Por isso existem critérios clínicos, laboratoriais e radiológicos que são fundamentais para confirmar o diagnóstico.

O QUE ESPONDILITE ANQUILOSANTE (EA)?

A Espondilite Anquilosante é uma doença reumatológica que pode causar inflamação nas articulações, como coluna e quadris, na pele e globo ocular e está associada a  fatores ambientais e genéticos. Essa doença não tem cura, mas se for tratada precocemente ela pode ser controlada. Em estágios mais avançados, a EA pode atingir todos os segmentos vertebrais, causando limitação dos movimentos e invalidez. Ocorre lesão das articulações sinoviais e dos ligamentos adjacentes às vértebras, especialmente nos pontos de inserção.

QUEM PODE TER ESPONDILITE ANQUILOSANTE (EA)?

Esta doença está associada a  fatores ambientais e genéticos e se manifesta mais frequentemente em homens, normalmente se manifesta no final da adolescência e início da vida adulta, entre 17 a 35 anos. 

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DA ESPONDILITE ANQUILOSANTE (EA)?

Os sintomas da doença são variáveis, de modo que a apresentação clínica pode ser muito diferente de um paciente para outro, mesmo sendo da mesma família. Dentre os possíveis sintomas estão:

-Uveíte anterior (inflamação da camada média do globo ocular);

– Sacroileíte ( inflamação das articulações do quadril);

– Doença inflamatória intestinal;

– Artrite oligoarticular ou poliarticular (inflamação de articulações);

– Dor noturna nas costas;

– Espondilite (inflamação de vértebras da coluna espinhal);

– Psoríase;

COMO É FEITO O TRATAMENTO PARA ESPONDILITE ANQUILOSANTE (EA)?

A Espondilite Anquilosante não possui cura, mas há tratamentos que ajudam a melhorar a qualidade de vida da pessoa que é portadora dessa doença, podendo diminuir ou estagnar a velocidade do progresso da doença. Vale ressaltar que os tratamentos não são comprovados cientificamente que em todos os pacientes os métodos sejam efetivos e que será um único tratamento para todos. 

QUANDO O EXAME HLA-B27 É SOLICITADO PELO MÉDICO?

Normalmente quem solicita o exame é o médico reumatologista, como um recurso diagnóstico naqueles pacientes com achados clínicos e radiológicos sugestivos da doença.

COMO É FEITO O EXAME?

O exame é feito a partir de uma simples coleta de sangue no braço do paciente e dura apenas alguns minutos. A amostra sanguínea será analisada e os resultados serão dados em positivo ou negativo para HLA-B27.

É PRECISO DE PREPARO PARA FAZER O EXAME?

  • Não há necessidade de estar em jejum, mas isso depende do laboratório em que será feito o exame;
  • Manter toda medicação que estiver em uso;
  • Caso tenha realizado Transfusão Sanguínea, aguardar 21 dias para coleta.

O MEU RESULTADO DEU POSITIVO, SIGNIFICA QUE TENHO EA? 

O HLA-B27 é uma proteína que está presente  em 7 a 10% de toda a população, inclusive, em muitas pessoas que não têm EA. Sendo assim, sua presença não significa, necessariamente, uma doença, mas sim um risco maior para o desenvolvimento de condições autoimunes (que é quando o nosso corpo não reconhece células próprias e saudáveis e as ataca, na tentativa de se proteger). Ainda assim, o exame pode sim ajudar a diagnosticar a espondilite anquilosante, já que a doença é autoimune, e seu risco aumenta quando o resultado do HLA-B27 é positivo.

Vale ressaltar que essa associação varia bastante entre diferentes grupos étnicos: enquanto cerca de 95% dos caucasianos com espondilite anquilosante têm o teste positivo para o HLA-B27, este número cai para 50% entre os afrodescendentes.

QUAL O VALOR E O TEMPO DE ENTREGA DESTE EXAME?

Esses quesitos irão depender do laboratório que irá ser realizado o exame, pois podem variar.