Teste de Glicemia capilar

PARA QUE SERVE O TESTE DE GLICEMIA CAPILAR?

O teste de glicemia capilar serve para medir os níveis de açúcar no sangue, em determinados momentos do dia, através de uma simples furadinha no dedo. Para isso, é utilizado um aparelho chamado glicosímetro, onde é colocada uma gotinha de sangue e o resultado é revelado na hora, indicando se o açúcar no sangue está alto (hiperglicemia), baixo (hipoglicemia) ou normal, ajudando a monitorar esses níveis de açúcar.

COMO É FEITO O TESTE DE GLICEMIA CAPILAR?

O teste de glicemia capilar é feito com um aparelho chamado glicosímetro, por meio de uma gotinha de sangue. Para isso, é necessário furar a ponta do dedo com uma lanceta (agulha) descartável. Essa gotinha de sangue será colocada em uma fita teste e inserida no aparelho para fazer a medição do açúcar no sangue. Siga as seguintes instruções:

  • Lave as mãos antes de furar o dedo;
  • Insira a fita teste no aparelho;
  • Fure o dedo, de preferência na lateral dele e não no meio, para diminuir a dor;
  • Encoste a gota de sangue na fita teste, até preencher o local indicado;
  • Esperar alguns segundos até que o valor de glicemia apareça no monitor do aparelho;
  • Quando for repetir o teste, evite furar no mesmo local;
  • É importante sempre ler as instruções que vem junto com o aparelho para fazer o teste da forma correta.

QUANDO DEVE SER FEITO O TESTE DE GLICEMIA CAPILAR?

A dosagem de glicemia capilar é mais indicada para pessoas que já possuem diabetes, pré-diabetes e hipoglicemia (açúcar baixo), para ajudar a monitorar e alertar possíveis alterações da glicose. As dosagens são normalmente feitas antes e depois das refeições, para se ter um controle da glicose e, assim, fazer ajustes nas refeições para o açúcar manter-se equilibrado ou ajudar na mudança da dosagem do medicamento, caso precise. Os horários para medir a glicose podem ser feitos em outros momentos do dia, conforme o médico solicitar, como fazer em jejum ou antes de dormir, por exemplo.

O TESTE DE GLICEMIA CAPILAR PODE SER FEITO EM OUTRAS PARTES DO CORPO?

Sim, alguns aparelhos têm formas diferentes de funcionar e há aparelhos que permitem realizar o teste em outros locais do corpo, além do dedo. Pode ser feito no braço, onde é acoplado um sensor que mede a glicemia constantemente durante o dia e a noite. Consulte seu médico.

O TESTE GLICEMIA CAPILAR É FEITO SÓ EM CASA?

Não, eles podem ser feitos em casa pela própria pessoa, mas também podem ser feitos em postos de saúde e em hospitais quando necessário. Além disso, têm farmácias que fazem o teste.

QUAL A QUANTIDADE NORMAL DE GLICOSE NO SANGUE?

Os resultados do teste de glicemia capilar devem ser comparados com os valores de referência glicemia. 

Glicemia normalGlicemia alteradaDiabetes

Em Jejum
Inferior a 99 mg/dlEntre 100 e 125 mg/dlSuperior a 125 mg/dl
2 horas após as refeiçõesInferior a 200 mg/dlSuperior a 200 mg/dl
Recém-nascidosentre 50 e 80 mg/dL.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE O TESTE DE GLICEMIA CAPILAR E O TESTE DE GLICEMIA FEITO EM LABORATÓRIO?

O teste de glicemia capilar é feito com o glicosímetros e utilizam o sangue capilar, dos pequenos vasos das pontas dos dedos e a glicemia realizada em laboratório utiliza o sangue coletado em uma veia do braço da pessoa. Normalmente, os resultados da glicemia capilar são um pouco maiores que a glicemia venosa, devido a alguns fatores, mas são muito semelhantes. A vantagem do teste de glicemia capilar, é que permite monitorar o açúcar a todo momento, ajudando-o a controlá-lo e o glicosímetro pode ser usado pela própria pessoa,  o teste feito no laboratório, somente um profissional pode fazer e é quase que impossível ir ao laboratório toda hora para fazer o teste e monitorar a glicose.

COMO EVITAR ERROS NA HORA NA LEITURA DO TESTE DE GLICEMIA CAPILAR COM GLICOSÍMETRO?

O glicosímetro é um aparelho preciso, os erros costumam acontecer devido a procedimentos incorretos, então é importante seguir algumas recomendações:

  • Limpar adequadamente o aparelho conforme instruções de uso;
  • Não usar as fitas fora da validade;
  • Calibrar o glicosímetro conforme as fitas de testes usadas;
  • Nunca tocar nas tiras com os dedos úmidos, seja com água ou álcool. A umidade altera as tiras, levando a resultados errados;
  • Peça ajuda ao seu médico para usar o aparelho corretamente e buscar mais informações.